Tudo sobre o Caniche, pomposo e perfumado.

Tudo sobre o Caniche, pomposo e perfumado.

De onde vêm a palavra caniche? Parece que «caniche» vem de canichon, antiga palavra francesa que designava o pato jovem. Durante a caça chamava-se cane à fêmea dos cães cobradores.

•  Olhos amendoados de expressão doce.
•  Orelhas pendentes caindo ao longo das faces e cobertas de pêlo ondulado.
•  Pêlo encaracolado ou em cordões.
•  Altura ao garrote: 25 cm (toy), de 28 a 35 cm (anão), de 35 a 45 cm (médio), de 45 a 55 cm (grande).
•  Peso: 6 kg (toy), 7 kg (anão), 12 kg (médio), 20 kg (grande).
•  Duração média de vida: 17 anos.

Conhecido na Europa há mais de 400 anos, o caniche começou por ser um cão de caça e guarda de rebanhos, antes de se converter, no século xvi, no cãozinho de regaço preferido da nobreza.

Estalão

•  CARACTERÍSTICAS GERAIS: passo saltitante e rápido.
CABEÇA: crânio oval, bastante estreito. Nariz desenvolvido, negro nos exemplares brancos, cinzentos e negros e castanho nos demais exemplares. Fossas nasais muito abertas.
•  OLHOS: situados à altura do stop, ligeiramente oblíquos, não salientes. O caniche surpreende pela expressão ardente do olhar.
•  ORELHAS: bastante compridas, arredondadas. Cobertas de pêlo comprido e ondulado.
•  CABEÇA: perfil superior rectilíneo. A cabeça não é pesada nem maciça.
•  PESCOÇO: sólido, ligeiramente arqueado a seguir à nuca e de comprimento médio. Bem proporcionado, o pescoço dá à cabeça um porte altivo e digno.
•  CORPO: proporção harmoniosa; comprimento muito diferente: em geral maior que a altura ao garrote. Peito bem desenvolvido. Dorso rectilíneo. Rins firmes
e musculosos, garupa arredondada
•  MEMBROS: membros anteriores finos, o garrote não é muito desenvolvido. Ombro musculoso. Ossatura sólida. O conjunto dá uma sensação de estabilidade.
•  PÉS: ovais e pequenos. Dedos arqueados, nervosos e compactos.
•  CAUDA: de inserção alta, à altura do rim. Cortada a um terço a partir da base, ou então a metade do comprimento nos caniches frisados.
•  PÊLO: no caniche frisado é abundante e de textura fina, lanudo, encaracolado
e elástico. No caniche encordoado, é abundante, lanudo e apertado, formando cordões de 20 cm.
•  COR: branco, negro, cinzento, castanho e abricot.

De camponês a aristocrata

Durante séculos, o barbet e o caniche foram um só cão. O barbet-caniche guardava cabras e ovelhas e por vezes era caçador de aves. Utilizado para vigiar os rebanhos, era muito tosco, ao passo que o que se usava para caçar tinha um aspecto muito diferente: era todo tosquiado. A partir do século xvi, diferenciaram-se. Fizeram-se cruzamentos com épagneuls para amaciar a textura do pêlo e o encaracolar: nasceu assim o verdadeiro caniche, que viria a abandonar o campo para fazer furor nos salões..

Donos célebres

O rei de França Luís XV e as damas de sua corte tinham caniches. Nessa época, o competidor do caniche era o bichou. A rainha Maria Antonieta adorava-o, e o pintor Oudry (1686-1755) representou-o frequentemente nos seus quadros. Aliás, alguns caniches tiveram um certo protagonismo na História. Por exemplo, durante a guerra civil inglesa (1642 a 1649) partidários de Cromwell atribuíam poderes sobrenaturais ao caniche branco do príncipe Rupert, chefe dos realistas. Um panfleto contava que este príncipe falava com o seu fiel companheiro e o abraçava durante as sessões do conselho de ministros.

Do caniche mini ao gigante

Distinguem-se quatro tipos de caniche, classificados segundo o seu tamanho: o caniche
grande, ou caniche real; o caniche médio, o caniche anão e o caniche miniatura, ou toy. A variedade anã foi obtida através da selecção dos exemplares mais pequenos de caniches médios. Teve um grande êxito e foi muito popular durante os anos cinquenta.

Qualidades

• Vivo e inteligente.
• Brincalhão.
• Bom carácter.
• Muito afectuoso, inclusive com as visitas.
• Muito fiel. Obediente. Atento, de memória excelente.

Defeitos

• Por vezes demasiado nervoso.
• Está sempre a mordiscar qualquer coisa.

Alegre e buliçoso.

De bom carácter e muito dotado para aprender toda a espécie de brincadeiras, o caniche é o companheiro ideal para uma família. Sempre disposto a fazer piruetas e palhaçadas, é um verdadeiro comediante.

Escolher um caniche é dar provas de bom gosto. Este cão de pêlo emaranhado e personalidade cintilante, é um companheiro ideal. É doce, mimalho e afectuoso não só com o dono, como também com os demais membros da família. As visitas são recebidas com saltos alegres e movimentos de cauda. Também é obediente. Cumpre as ordens dos donos à risca.

Um verdadeiro palhaço. É muito fácil de treinar.

Compreende tudo o que se espera dele e até se adianta aos desejos do seu proprietário: adora exibir-se, dar voltas sobre si mesmo… um verdadeiro acrobata. É impossível não se deixar seduzir pelo seu encanto e não sucumbir perante a sua sempre travessa expressão. A sua animação é contagiosa. Conserva o entusiasmo e a amabilidade toda a vida. Valente, mas não temerário Apesar de ser muito sociável, o caniche é também um bom guarda. Pode mesmo mostrar-se valente e defender aquilo que se lhe mandou vigiar. No entanto, se na rua se encontrar com um molosso de aspecto patibular, evita prudentemente a peleja e prefere descansar, mas quem pode culpá-lo por querer evitar dar um mau passo?

Muito brincalhão

O caniche gosta muito de jogar. Adora ir buscar a bola, ou qualquer outro objecto que o seu dono atire e vir entregá-lo. Para não se magoar ao apanhá-lo com a boca, deve-se escolher de preferência um objecto de borracha ou una pequena bola de nylon. Se da primeira vez não se dirigir directamente a ela, leve-o ao lugar onde caiu, apanhe-a, regresse ao ponto de partida e atire-a de novo. Perceberá logo o que quer dele. Este é também um óptimo meio de o manter em forma.
No entanto, tem de se mostrar firme com ele desde a sua mais tenra idade, para canalizar as suas vagas de energia. E ele adora obedecer e faz seja o que for para seduzir o dono.

Um Cão de circo

A inteligência e as aptidões do caniche fizeram dele um companheiro de esforços em artifícios e malabarismos. Equilibrista, amigo de dar voltinhas e saltos, actua com frequência nas pistas dos circos e em números de music-hall. É um cão artista.

As notáveis qualidades de obediência e os dotes de aprendizagem do caniche convertem-no num cão de concurso muito apreciado, que frequentemente ganha os primeiros prémios nas exposições caninas.

A estrela dos concursos de beleza

Este cão elegante e desejoso de agradar sabe comportar-se de maneira disciplinada e paciente. Com um aspecto muito aristocrático, arma a pose na perfeição. Em resumo, aprende rapidamente como se deve comportar para que não o desqualifiquem. Aprecia muito a companhia e detesta que o deixem sozinho.

Precisa que o tranquilizem

Se tem tendência a ladrar quando o deixam sozinho, deixe o rádio ligado. Suportará melhor a solidão. Sobretudo o caniche anão, que é o mais ansioso dos caniches, precisa de ser tranquilizado; o «real» é mais equilibrado e dócil, mas não aguenta ficar fechado todo o dia: é um desportista e necessita de um jardim para se mover à vontade. 0 de tamanho médio é a categoria a que pertencem os exemplares com os quais se torna mais agradável conviver.

Com as crianças

É um bom companheiro de brincadeiras. Os caniches e as crianças entendem-se às mil maravilhas. Os pequenos encantam-nos. Quando se lhes ralha em frente do cão, o caniche mete-se na discussão e ladra, a protestar. Não precisamente para admoestar as crianças, mas sim os pais.

Conselhos para os donos

•    Imponha desde muito cedo ao cachorro o respeito pelos bens e as pessoas. Proíba-o firmemente de mordiscar e roer todo o que encontra. Substitua este costume por jogos.
•    Entenda que o caniche é de natureza inquieta e que tem de ser constantemente tranquilizado, prodigalizando-lhe elogios, ternura e afecto se não quiser que se converta num exemplar desequilibrado.
•    Não deixe o seu caniche sozinho durante muito tempo, nem tão-pouco fechado numa sala: não o suportaria. Deve gastar tempo a brincar com ele, pois só assim conseguirá o melhor do seu cão.
•    Quanto mais consistente se tornar a relação entre si e o seu cão, mais ternura e afecto necessitará o animal. Não lhe poupe o carinho se não quiser fazer dele um infeliz.

Dados de interesse sobre o caniche

•    Apetite modesto.
•    Precisa de fazer exercício (sobretudo os de maior tamanho)
•    Adapta-se a viver em apartamentos, mesmo que pequenos.
•    Não faz as necessidades em casa.
•    O pêlo tem de ser cortado com frequência.
•    É um cão de concurso.
•    Preço de venda: médio; os anões e os toys são os mais caros.

Espaço vital

Os caniches também são bons nadadores e adoram mergulhar na água. Os anões e os toys adaptam-se muito melhor à vida na cidade e apreciam a comodidade de um apartamento, o que não os impede de desfrutarem o prazer de vários passeios diários.

Alimentação

Um caniche de tamanho médio come cerca de 600 g de uma comida à base de carne, à qual se deve juntar bolachas. A um toy bastam-lhe 100 g de alimento. Quando é cachorro é aconselhável dar-lhe quatro refeições por dia: de manhã, ao meio-dia, a meio da tarde e à noite. Entre os sete e os oito meses, já se contenta com uma só. Não é guloso, mas não se deve encorajá-lo a pedir comida.

Saúde

Do ponto de vista da saúde, o caniche é um cão muito resistente, apesar do seu aspecto frágil. Com uma boa higiene, alimentação equilibrada, cuidados apropriados e afecto, terá todas as possibilidades de gozar de uma saúde de ferro. No entanto, deve-se estar sempre muito atento às pequenas afecções sem importância causadas pela vida quotidiana, sobretudo se o exemplar tiver os olhos frágeis. No final de cada passeio, devem ser sempre lavados com água morna, para evitar os resíduos e o pó, que podem infectá-los. Também se lhes deve lavar as orelhas regularmente. A manutenção do pêlo requer uma atenção diária. Deve ser escovado com uma escova adequado e desenredado com um pente metálico.

Cuidados específicos

O caniche é um visitante assíduo dos salões de cabeleireiro canino, o que representa um boa despesa. Mas pode-se tentar cuidar dele em casa. Para isso é preciso arranjar uma tosquiadora eléctrica com várias posições, uma tesoura e um corta-unhas próprio para cães.

Pode gostar também de ver:

Direitos Dos Animais | Em: Fevereiro 16, 2009
Publicado em Cães com as etiquetas , , , . Salve o url nos favoritos.

11 Respostas para Tudo sobre o Caniche, pomposo e perfumado.

  1. cristina marta disse:

    BOA TARDE GOSTARIA DE SABER SE O PELO EM FRENTE AO OLHOS DO CANICHE ANÃO PODE SER CORTADO?
    OBRIGADO

  2. Elisabete disse:

    Tenho um caniche anão com 17 anos. Está a passar algumas dificuldades: Está cego, quase surdo e com dores nas articulações mas orienta-se bem dentro de casa, como e bebe como antes, Eu é que ando muito ansiosa por saber que vou perder a sua companhia, recordo os momentos em que ele me recebia aos saltos depois de um dia de trabalho…que bom que era. Vai ficar sempre no meu coração

  3. nelson frade disse:

    tenho uma cachorra ha dois dias ela tem 3,5meses e estava muito mal tratada, eu gostaria de saber se posso dar-lhe banho (vai receber a 3ªvacina, contra a raiva dentro de dias)mas cheira muito mal,e se posso como lho devo dar? obrigados(caniche anão)

  4. Sofia disse:

    Adoro caniches,e tenho um!Esta página é muito interessante!

  5. Sofia disse:

    Olá Elisabete e Nelson só podem dar banho com água e champô a cães a partir dos 6 meses, quando tem menos de 6 meses só podem tomar banho com champô seco(aplicar em todo o corpo,esfregar e depois limpar com uma toalha , no fim secar com o secador bem longe do animal para não queimar o pelo) á venda em todas as lojas de animais!

  6. Carlos Manel disse:

    Ola, na minha opinião os caniches são cães irritantes porque ladram muito.Eu adoro cães mas não gosto nada de cães pequenos Que na minha opinião são brinquedos.

  7. fernando disse:

    tenho uma cadela caniche anã á 2 dias com 8 meses e gostava de saber se ainda devo cortar a cauda.

  8. andre rosa disse:

    boa tarde agradeço imformaçao -tenho uma caniche medio por vezes tem tosse do tipo engasgo pergunto.. como se lembe muito em limpeza do pelo tipo gato sera os pelos que ela engole e fica com o engasgo da sem expetoraçao SERA que pelo enrola tipo bola e origina o engasgo

  9. Diana disse:

    Eu tenho um caniche que está quase a fazer um ano, vive comigo desde pequenino. E sempre ouvi dizer que os caniches são os cães mais irritantes que existem, no entanto este não é nada assim… É o cão mais carinhoso do mundo, adora toda a gente, é muito inteligente, adora brincar e é o mais simpatico que pode haver, toda a gente que chega tem que lhe falar. Tem é que ser escovado quase todos os dias

  10. jmartins disse:

    Encontrei um caniche na rua, preso a um poste. Esteve ali 2 dias. Tenho-o comigo, vou agora registá-lo.
    Dei-lhe banho, ração, mas não quis. Devia estar habituado a comida. Tem aceite todas as situações que lhe impusemos para vivermos os três.
    De quanto em quanto tempo se dá banho? alguma dica?

    Obrigado.

    Jmartins

  11. albertina disse:

    ola tenho um caniche com 4 meses e gostava de saber com que idade ela pode ter filhotes

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>