Labrador Retriever, história e origens

Labrador Retriever, história e origens

As origens do Labrador Retriever são um mistério. Veio do Canadá, mas poderá ter antepassados nórdicos, introduzidos por Erik-o-Vermelho quando desembarcou na América do Norte, nos finais do século x.

Só é possível afirmar com segurança que a partir do século VI realizou uma longa estada na Terranova, onde recebeu sangue do terranova e do «cão de Saint John’s», os primeiros habitantes caninos da ilha. Ali, naquela região pouco acolhedora, o Labrador Retriever adquiriu uma resistência pouco comum e a paixão pela água.

Nessa época o Labrador Retriever, era utilizado pelos pescadores do bacalhau para ir apanhar os peixes que se escapavam das redes.

Labrador Retriever a um triz de desaparecer

Nos fins do século XVIII, a administração da Terranova decidiu limitar o número de cães da ilha, que representavam um prejuízo para a criação de carneiros.

Em 1780, o governador Edwards proibiu a posse de vários cães por casa. Como a medida não foi respeitada, em 1815 decretou que os cães encontrados sem açaimo fossem sacrificados imediatamente.

Muitos habitantes ficaram sem os seus companheiros.

A travessia do Atlântico para o Labrador Retriever

Os exemplares mais felizes de Labrador Retriever atravessaram o Atlântico e chegaram à Grã-Bretanha com os pescadores do bacalhau ingleses, tendo chamado a atenção de criadores do condado de Dorset, que lhes aligeiraram a morfologia cruzando-os com pointers e também os treinaram para a caça.

As suas grandes qualidades como cães de cobro fizeram o resto. O Labrador Retriever ganhou fama em todo o país e a raça foi oficialmente reconhecida em 1903.

Pode gostar também de ver:

Direitos Dos Animais | Em: Setembro 15, 2009
Publicado em Cães com as etiquetas , , , . Salve o url nos favoritos.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>