Cocker Americano, estalão

Cocker Americano, estalão

Os Americanos, legitimamente orgulhosos de terem criado uma das estrelas da espécie canina o Cocker Americano, dão grande importância ao aspecto e cor da pelagem.

O negro ocupa, evidentemente, um lugar de honra, mas as tonalidades fulvas são muito apreciadas, bem como as cores escuras e o famoso tom de chocolate, que se deve a um gene especial, herdado por um escasso número de exemplares, muito procurados e considerados de grande valor.

O laranja e branco, o branco e vermelho e o azul ruano são também muito apreciados. Este amplo leque de matizes foi enriquecido há pouco com um novo jogo de cores, areia e branco, que alguns acham esplêndido.

CARACTERÍSTICAS GERAIS: aspecto de cão de caça. Nitidamente mais redondo que os outros cockers. O equilíbrio entre os quartos dianteiros e traseiros é a condição determinante de um bom aspecto. Em acção, o cão deve cobrir o terreno e há que diferenciar o que possui um meneio exagerado do que tem um andar correcto, coordenado e regular.

CABEÇA: sempre em harmonia com o resto do corpo. O crânio nunca deve ser plano.

OLHOS: ligeiramente amendoados. Em nenhum caso devem ser pequenos ou salientes. O ideal é uma íris de um bonito castanho-escuro.

ORELHAS: pendentes, de pavilhão fino, com franjas. Não devem inserir-se mais alto do que a linha inferior do olho.

FACE: focinho largo e alto, rematado por mandíbulas quadradas de igual comprimento. Nariz de bom tamanho em relação ao focinho, de um bonito negro nos cockers negros e negro e avermelhado. Nos outros, a cor varia. Narinas bem desenvolvidas como em todos os cães de caça. Os dentes, de dimensões médias, fortes e sãos, articulam em tesoura.

PESCOÇO: comprido e musculoso, sem papada, é flexível.

CORPO: curto, compacto, denso, com um lombo forte. Ancas largas. Quartos traseiros redondos e musculosos.

MEMBROS: aprumos perfeitos, ombros oblíquos, bem desenhados. Membros anteriores paralelos. Curvas sólidas e boletos fortes.

PÉS: compactos e redondos, não devem virar-se para fora nem para dentro. É autorizada a ablação dos esporões das patas traseiras.

CAUDA: curta, levantada à altura do lombo ou um pouco mais acima.

PÊLO: sedoso, curto e fino na cabeça. De comprimento médio no corpo. Comprido e com franjas (mas não em excesso) nos membros e no abdómen. Uma pelagem rala, de aspecto lanudo ou ondulada é um defeito.

COR: negro; qualquer outra cor lisa diferente do negro; multicolores; manchas cor de fogo.

Pode gostar também de ver:

Direitos Dos Animais | Em: Junho 23, 2009
Publicado em Cães com as etiquetas , , . Salve o url nos favoritos.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>