Buldogue Francês, História e Descendência

Buldogue Francês, História e Descendência

Primeira hipótese: o encantador buldogue francês descende do «horroroso» buldogue inglês, que terá sido cruzado com terriers. Na Grã-Bretanha, até meados do século XVIII o buldogue era um valente que lutava com touros. Mas quando o Parlamento britânico acabou com estas bárbaras práticas, o cão foi reconvertido em animal de companhia e os criadores passaram a seleccionar exemplares cada vez mais pequenos, a que deram o nome de english toy bulldog. Muito populares em Nottingham, e em especial entre os vendedores de rendas, foram levados pelos donos quando estes se expatriaram para a região do Pas de Calais, em França, quando se desencadeou a crise económica do século xix. Posteriormente, ter-se-ão cruzado com terriers de pequeno tamanho, surgindo o buldogue francês.

Segunda hipótese: pouco diferente da primeira e que a complementa: os carniceiros franceses e os carregadores do mercado central de Paris possuíam doguinhos, pequenos canídeos mais modestos e ligeiros que os dogues. No final do Segundo Império, os doguinhos foram sendo substituídos por bull-terriers, cães rateiros de corpo muito pequeno, com os quais se misturaram. Cruzados depois com toy-terriers e com doguinhos, deram origem ao buldogue francês.

Terceira hipótese: é o descendente directo do dogue de Burgos, parente do dogue de Bordéus. Uma placa de bronze datada de 1625 mostra dogues de pequeno tamanho, parecidos com o buldogue inglês, mas com orelhas de morcego como o buldogue francês. 0 texto identifica-os como dogues de Burgos.

Apesar de não se ter podido determinar com rigor a sua origem, o buldogue francês teve um grande êxito. Todos os carniceiros dos matadouros de La Villette tinham um, não tardando a ser imitados por cocheiros, sapateiros, hortaliceiros, guardas municipais… Estrela dos bairros populares de Paris, depressa entrou nos lupanares. Mais tarde andou pelos grandes bulevares, pela mão de Mistinguett, de Colette, do rei Eduardo VII, de vários grão-duques da Rússia… E foi o mecenas norte-americano Gordon Benett quem impulsionou a implantação da raça nos Estados Unidos e, em especial, em Nova Iorque.

Pode gostar também de ver:

Direitos Dos Animais | Em: Junho 5, 2009
Publicado em Cães com as etiquetas , , , . Salve o url nos favoritos.

Uma resposta para Buldogue Francês, História e Descendência

  1. helder disse:

    Esta raça é muito linda!

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>